Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Miguel Sousa Tavares: “Queremos 60 milhões de turistas por ano em Lisboa?”

Tiago Miranda

Colunista do Expresso questiona limites de crescimento do turismo, que aumentará com os investimentos anunciados esta semana nos aeroportos

“Quando nos dizem que a solução Portela+1 visa um horizonte de 30 a 40 nos, em que Lisboa possa estar preparada para receber o dobro de turistas por via aérea, uma pergunta se impõe: e nós queremos 60 milhões de turistas por ano em Lisboa, só contando os que chegam por via aérea? E para os enfiar onde — nos 30 hotéis que vão ser inaugurados só este ano e nos 500 mais que teriam de ser construídos até lá? Em mais 50 mil apartamentos dedicados ao Airbnb, em 100 esplanadas de praças que vamos inventar, em praias artificiais que vamos construir na margem sul do rio, nos museus que subitamente vão nascer como cogumelos?”

As perguntas são escritas por Miguel Sousa Tavares, na sua coluna habitual publicada este sábado no Expresso.

“Seria estúpido negar o que o turismo fez pelo renascimento de Lisboa, do Porto e de outras cidades”, escreve Miguel Sousa Tavares. “Simplesmente, como bem sabemos, nós somos dados ao exagero e quando um negócio é bom, não percebemos que ele só é bom quando não ultrapassa o limiar da sua sustentabilidade”.

“Viver na sua cidade e não se sentir escorraçado dela é um direito primário que assiste a qualquer um”, prossegue. “Não somos ricos em quase nada, mas somos ricos em qualidade de vida.”

Leia este artigo na íntegra AQUI. E toda a edição do semanário Expresso deste sábado AQUI.

(Acesso a assinantes digitais do Expresso. Se ainda não é assinante, conheça as nossas propostas AQUI.

Acesso gratuito para compradores do jornal nas bancas: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)